Main menu

Como Poupar os Filhos das Brigas entre os Pais?

25 jul 2014
Share Button

Alienacao-parental

Por mais sadio que seja um relacionamento, é normal que eventualmente haja desentendimento, brigas e até discussões

.

Mas até que ponto isso interfere no desenvolvimento dos filhos?

Ás vezes não nos damos conta o quanto que as crianças sofrem com as briguinhas bobas dos pais, mas que para elas é algo assustador.

  Somos adultos, e temos discernimento sobre as coisas.

As crianças não!!

  Aquela discussão que as vezes acontece entre casais, onde na hora da raiva, a mulher grita, e esperneia, diz que vai fazer e acontecer…!!!  e tudo o mais que lhe vier a cabeça, sabe?

  Porém, por mais discussões que haja durante uma desavença, sabemos que vai passar, e que logo após estaremos novamente no maior LOVE !!!   É assim ou não é?

  Mas as crianças não sabem disso.

  Por muitas vezes, vemos crianças com problemas de comportamento, inquietação, rebeldia, e outros… Isso é sinal de que algo não vai bem.

 E o que acontece em casa entre os pais reflete na vida dos filhos.

  É claro que a reação dos filhos perante uma briga dos pais ira depender da faixa etária.

Os pequenos não entendem mesmo. Os mais velhos podem até entender um pouco mais.  Porém temos que ter cuidado já que os mais velhos já tem opiniões formadas e podem defender um ou outro de acordo com sua própria opinião.

  A verdade é que se as crianças crescerem vendo brigas constantes dos pais, elas podem levar isso para a vida adulta e isso pode lhe acarretar problemas futuros.

  Independente da idade é ideal que os pais evitem brigar na frente dos filhos e busquem o diálogo a fim de resolver qualquer problema na relação.

  Então Mães, quando estivermos a fim de discutir a relação, que seja num bom momento, ou para ser mais clara, quando os filhos não estiverem por perto… pois quanto ao horário de discutir a relação, não existe regra não é mesmo?… Não para nós mulheres!!..rs

Beijos,Roberta

Share Button

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *